Resenha: Divergente 

 
Título: Divergente – Uma escolha pode te transformar 

Autora: Veronica Roth 

Editora: Rocco Jovens Leitores 

Páginas: 502 

Classificação: 5 estrelas – favoritado 

Sinopse:  Numa Chicago futurista, a sociedade se divide em cinco facções – Abnegação, Amizade, Audácia, Franqueza e Erudição – e não pertencer a nenhuma facção é como ser invisível. Beatrice cresceu na Abnegação, mas o teste de aptidão por que passam todos os jovens aos 16 anos, numa grande cerimônia de iniciação que determina a que grupo querem se unir para passar o resto de suas vidas, revela que ela é, na verdade, uma divergente, não respondendo às simulações conforme o previsto. A jovem deve então decidir entre ficar com sua família ou ser quem ela realmente é. E acaba fazendo uma escolha que surpreende a todos, inclusive a ela mesma, e que terá desdobramentos sobre sua vida, seu coração e até mesmo sobre a sociedade supostamente ideal em que vive.

Possui filme: sim 
A história vai se passar em Chicago (como a sinopse disse, numa Chigaco futurista), onde, a sociedade resolve se dividir em 5 facções depois de uma terrível guerra que destruiu a cidade, são elas: 

Abnegação: Esquece-te de ti mesmo. Os outros serão a tua prioridade. (O altruísta) – Se você pensa que o que causou a guerra foi o egoísmo, você irá pra abnegação. 

Franqueza: Todos poderão confiar em ti. A tua sinceridade não tem limites. (A honestidade) – Se acha que o problema foi a duplicidade, você irá pra Franqueza. 

Amizade: Será uma referência de compreensão e paz. (A paz) – Se você culpa a agressividade irá pra amizade. 

Erudição: A busca do conhecimento vai orientar toda a tua vida. (A inteligência) – Se você acredita que foi a ignorância irá para a erudição. 

Audácia: protegerás a cidade dos inimigos,  incansavelmente e sem medo. (A coragem) – se você culpa a covardia, irá pra audácia. 

As facções foram criadas com a intenção de evitar uma nova guerra, neutralizar as fraquezas da natureza humana, como eles dizem, para que se possa cultivar a “sociedade perfeita”. 
Todos os jovens aos 16 anos passam pelo teste de aptidão, uma certa simulação dirá para qual facção você mais tem a ver, ou seja, precisa ir, mas ninguém é obrigado a ir para a que realmente sai no resultado, eles são livres para escolherem a facção que querem. E Beatrice, fará seu teste de aptidão e terá a difícil escolha de decidir para onde vai. Ela é da Abnegação e mora com os pais e o irmão, mas, não quer deixá-los sozinhos, pois tem um certo medo de precisar ir pra outra facção, e eles se sentirem traídos (como a maioria dos pais se sentem), porém, o resultado do teste de aptidão de Beatrice, foi inconclusivo. Para entenderem melhor, o resultado foi: Abnegação, erudição e audácia. 

Beatrice, é uma divergente, mas ninguém pode saber disso, pois, divergentes tem coisas em especial, uma coisa dessas é que eles não podem ser controlados por nenhuma simulação, conseguem saber que elas não são realidades e acabar com elas mais cedo do que o possível. É como se divergentes fossem caçados, pois tem algo em especial, e ela ser uma divergente é uma coisa muito difícil. (Sem dar spoiler, divergentes são aqueles que amaçam os planos de uma sociedade arquitetada, pois não seguem os padrões e não podem ser controlados, não pertencem e não se encaixam em somente uma facção, assim, carregam mais de uma característica em si.) 

Ela escolhe então a facção que sempre adimirou: a Audácia. Lá ela conhece Quatro (que ao longo do livro se descobre o nome verdadeiro dele e o porquê do nome Quatro) que é um de seus instrutores, e, dali em diante, precisa mostrar para eles que realmente é da audácia. 

Durante o tempo que fica dentro da audácia, uma das facções está planejando uma certa coisa (tenho vontade de contar mais não posso porque vai ser um baita spoiler), e tudo irá piorar. 

Já ouvi gente deixando de ler porque falam que é igual Jogos Vorazes, mas se você pensa isso, pode parar de bobagem e ir ler, porque eu não achei nada parecido com Jogos Vorazes, e preferi Divergente do que Jogos Vorazes. 

Apesar de ter 502 páginas, a leitura é rápida,a letra não é pequena, e o livro não tem aquele formato grande, então, dá pra ler muito rápido (eu li em 3 dias, e só não li mais rápido porque estava em época de prova. E isso também explica o porquê a falta de posts essa semana). 

Logo depois que li o livro fui ver o filme e me arrependi, muitas pessoas estavam falando que Insurgente não era fiel ao livro, e agora que não fiquei com a mínima vontade de ver Insurgente, porque nunca ouvi ninguém falando que Divergente não era fiel ao livro então, Insurgente deve ser muito pior. Se você viu o filme e não quis ler o livro porque achou que seria ruim leia o livro, e, se você viu o filme e achou bom e não leu o livro porque achou que seria a mesma coisa, vai ler! Muita coisa no filme mudou, muita mesmo, eu tive até um certo ponto de não querer mais ver o filme por causa da raiva que estava de muita coisa que mudou. Esta sendo muito difícil esses dias achar um filme que realmente goste, que seja realmente fiel ao livro. 

Não recomendo o filme, pois MUITA coisa que deveria aparecer lá não apareceu, mas indico DEMAIS o livro. Juro que eu ficava vendo e filme e falando: não é isso porra, que merda, não quero mais assistir essa porcaria! Hahaha (sim, estresso demais). 

Não vou dizer muito bem que a série é uma trilogia, mas a maioria só conhece a trilogia, porém, contém 5 livros: 

  • Divergente (2012) 
  • Insurgente (2013) 
  • Convergente (2013)  
  • Quatro (2014) 
  • Divergente guia da iniciação (2014) 

Eu comecei a ler Insurgente um dia desses e estou gostando bastante! Por fim, recomendo muito Divergente, você se diverte com os personagens, tem muitas surpresas, e eu achei ótimo ❤️

Vocês já leram ? O que acharam ? Se tiverem alguma dúvida sobre o livro é só deixar nos comentário que respondo :). Beijos ❤️

Anúncios

16 pensamentos sobre “Resenha: Divergente 

  1. Pingback: Maratona literária de inverno 2015 + TBR  | Carol até o fim

  2. Pingback: Resenha: Insurgente | Carol até o fim

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s